Diário de bordo: acabando a viagem

24 hours in Bangkok

Estamos esperando nosso voo pra Bangkok para passar nosso ultimo na Tailandia. Posso dizer que essas (quase) 3 semanas foram realmente muito diferentes. Culturas diferentes, dificuldade de comunicação, comidas maravilhosas, meios de transporte inusitados… acho que o maior ponto turístico visitado são as cidades mesmo, a maneira louca como Bangkok se movimenta, a ostentação em Dubai, a tecnologia e informação em Singapura, a simplicidade de Chiang Mai e as belezas naturais das praias do Sul.

Kanta elephant sanctuaryO conjunto da obra encanta. Mais do que um prédio ou ilha específica. Alguns lugares queríamos ter ficado mais tempo, ou presenciado um clima mais ameno ou sem chuvas como em Singapura. Mas a beleza de viajar sem stress, em modo férias, é fazer o que se tem vontade, deixar realmente o vento te levar.

Deixamos de visitar vários lugares que estavam no roteiro inicial, mas visitamos tantos outros que não estavam. Nos aventuramos gastronomicamente bem mais do que em outras viagens e até deixamos nossa loucura por restaurantes limpíssimos um pouco de lado.

Nos demos conta de que nossa idade e meu estilo de vida já passam a interferir bem mais na disposição e energia pra fazer muitas coisas. Que a qualidade de vida e o conforto financeiro também entram nessa equação. Bed hotelHá 10 anos atrás nossas viagens eram tão diferentes… Mas não troco a maturidade e tranquilidade que vêm com o equilíbrio de nossas escolhas, sejam elas pensadas ou extremamente expontâneas.

TailandiaNessa viagem, revi minha conexão com a natureza, que estava perdida mesmo morando em um paraíso como Florianópolis. Me orgulhei de meu desapego e do pensamento crítico envolvido em cada compra (ou falta de). Aqui é tudo tão mais barato que resistir a compras impulsivas é realmente um desafio.

Questionei quase que diariamente nosso propósito na vida, neste planeta e na minha viagem. Aprendi a ouvir meu corpo e a trabalhar constantemente meu pensamento e espírito (humor).

Art in paradiseEntendi que meu intuito com esse blog é colocar um pouco da minha visão de mundo ao invés de apenas mostrar fotos de lugais legais a visitar. Espero que faça sentido pra alguém. Mas com certeza faz sentido pra mim agora.

Art in paradiseEspero que em 2018 o vento continue me levando pra destinos incríveis , seja do outro lado da rua, ou do outro lado oceano.

Deixe uma resposta