Mercados em Londres

Por Gabriela Westphal

Os mercados de Londres são os best kept secrects da cidade.

Pouca gente conhece ou se programa pra encaixar esses passeios na agenda. Mas eles valem super a pena! Se você curte gastronomia ou quer colocar um ponto turístico no seu itinerário, inclua Greenwich nos finais de semana. O mercado é uma graça, com espaço tipo beergarten (mas com teto pros dias de chuva londrinos). Ali, você encontra opções pra todos os bolsos e pra todas as idades. Aliás, os mercados da cidade são super childfriendly, com acesso para carrinhos e programação pra família inteira.

Quem não incluiu o observatório de Greenwich no passeio pela cidade, mude a rota já! Independentemente de conciliar com o mercado ou não, colocar o pé em cada lado do mundo e ver a linha imaginária das horas que aprendemos na aula de geografia, com certeza vale a pena. Você ainda pode ver toda a região conhecida como Isle of Dogs que incorpora o “U” formado pelo rio Tâmisa.

Além disso, você tem uma daquelas chances únicas de atravessar o rio por debaixo da água! Se você nunca ouviu falar desse túnel, pesquise. A sensação de andar por debaixo d’água é bem bacana e economiza um bom tempo. Ao sair do túnel, o Mudchute Park and Farm estarão a uma pequena distância com possibilidades de encontrar uma das cenas mais legais da cidade: os arranha-céus de Canary Wharf contra a história de Greenwich e o verde lindo com ares de fazenda da região.

mudchute

Mudchute Parkd and Farm é perfeito pra fazer um piquenique ou aproveitar os dias de sol na capital inglesa. O acesso a toda essa região se dá pelos DLR (trens de superfície, sem direção), que também te levam pra área onde aconteceram as olimpíadas de 2012, com um dos poucos shopping centers de Londres (Stratford). É uma região de imigração indiana e africana, com ingleses mais próximos às estações de Mudchute e Greenwich. Se tiver a oportunidade, desça em Mudchute e caminhe até Canary Wharf. Assim como em Maida Vale (no norte de Londres), você irá encontrar pessoas que moram nas embarcações ao longo dos canais. Pubs com sinuca e muita gente engravatada e feliz com seus pints às 17h, no final do expediente contagiam quem passa por lá.

Spitalfelds

East London

Outro mercado bem bacana aos finais de semana é o Spitalfields. Ele é gigantesco e tem de tudo! Você também pode fazer uma caminhada ao famoso Brick lane e parar pra comer em um dos foodstals do mercado (pra quem não quiser se arriscar, tem vários restaurantes tradicionais no mesmo complexo). spitalfieldsDiferentemente de Greenwich, é um público mais jovem e alternativo, mas sem a vibe super diferente de Camdem. Em relação a produtos, é um dos maiores da cidade.

Weekends

Aos sábados e domingos também, você pode incluir o Borough Market, na saída da estação que leva o mesmo nome. É um mercado primordialmente gastronômico, mas que vale muito a pena! Você tem a chance de experimentar queijos, azeitonas, frutos do  mar, doces caseiros, sanduíches tipicamente inglês (Cuidado com a mostarda!) além de uma atmosfera muito londrina. É um dos mercados com mais locais, realmente faz parte da cidade. Como quase tudo em Londres, tem uma área coberta que permite que o mercado aconteça mesmo em dias de chuva. Vale muito a visita!

Camdem! O que falar de Camdem? Se você vai a Londres e não incluiu esse bairro no roteiro, sua experiência não seria autêntica. Camdem Town é a definição de Londres e do espírito inglês moderno. Punks, imigrantes, boêmios, drogas, comida…. rola de tudo. Mas nada que afaste o turista mais conservador a experimentar esse caldeirão. O mercado de antiguidades é bem bacana e a Cyberdog (loja clubber) é algo que eu nunca vi igual. Entre na loja e tire fotos à vontade (dançar é opcional). As comidas apimentadas e as lojas de sapatos plataforma/studios de tatuagem complementam o cenário.

Pense duas vezes.

Notting Hill: amo o filme, mas o mercado em si não me encantou. Antiguidades, portas coloridas… confesso que foi um pouco entediante. Não há nada ali que tenha me marcado (e a porta da livraria do filme não existe da mesma maneira). Tem uns cafés legais, sebos e a área é realmente bem bonitinha. Mas se você tem pouco tempo na cidade, não teria problemas em deixar Notting Hill de fora.

Qualquer que seja a sua escolha, programe-se pra estar na cidade quando algum mercado que te interessa esteja mesmo acontecendo, pois grande parte deles acontece apenas aos finais de semana. Have fun!

Deixe uma resposta