Quer viajar mas não sabe por onde começar?

Por Gabriela Westphal >>
Veneza
Pesquisando Veneza

A gente te ajuda com um checklist prático!

Dependendo da sua flexibilidade de dias, o ideal é começar pelas datas disponíveis e procurar destinos que são interessantes conhecer naquela data. Caso você possa viajar em qualquer momento do ano, pule essa parte.

1) Budget (quanto você tem pra gastar)

Se você tem um valor pra gastar (mínimo ou máximo) pesquise sobre os destinos em potencial rapidamente no booking ou outro site de hospedagens. Em blogs na internet, dê um google em transporte e alguns passeios possíveis pra imaginar quanto gastaria pelo roteiro. Nessa parte, muitas vezes, você acaba mudando de ideia sobre o destino… às vezes, me dou conta de que o paraíso que eu imaginei é tão difícil de chegar que não vai rolar aproveitar meus poucos dias de férias pra isso. Caso dinheiro não seja uma preocupação pra você, pule a próxima parte.

2) Passagem aérea

Agora já deu pra ter uma noção de valores e dias necessários pra sua viagem: comece a buscar passagens aéreas. Como já falei em outro post, eu gosto bastante do layout do skyscanner, costumo procurar por lá e depois confirmar no próprio site da cia aérea. Quase sempre eu acabo fechando com a cia mesmo, pela segurança e vantagem de não ter intermediários em caso de ter algum problema (neurótica à vista, eu sei). Essa é a parte também que a gente lembra que todo mundo precisa de seguro viagem , mesmo que o destino não exija. Mas pode deixar pra depois que você tiver as passagens compradas, pra colocar as datas certinhas (muito cuidado com isso!). Vale a pena também verificar o seguro viagem do cartão de crédito que usar pra comprar as passagens, às vezes ele é suficiente.

Precisa de visto, vacina? É uma boa hora pra verificar isso e arregaçar as mangas. Até arrisco dizer que errei na sequencia: colocaria o visto antes da passagem. Se for alugar um carro, cheque também a validade de sua carteira de motorista no território escolhido.

 3) Hotel

Berlin Hostel
Berlin Hostel

Passagem comprada, hora de fazer a parte que eu mais gosto: hotel! Adoro escolher lugares pra morar por uns dias… é como brincar de casinha. Hoje, você pode filtrar tudo pelos sites de busca: região, valor, mordomias do hotel, café da manhã etc. Eu prefiro ir viajando pelas fotos e olhar tudo (eu realmente olho tudo, mas isso é loucura minha). Na maioria dos casos, você pode reservar com possibilidade de cancelamento grátis (ou quase grátis, às vezes você paga uma diária se cancelar muito perto da data de chegada). Se disponível, acho que vale a pena seguir com essa opção. Eu já tive viagem cancelada e tive um prejuízo gigante por tentar economizar um pouquinho pra reservar os hotéis com pagamento antecipado.

4) Passeios e pontos turísticos

DUBLIN
Dublin

Com esse mesmo pensamento, eu recomendaria que você comprasse antecipadamente apenas os passeios que você não pode deixar de fazer, ou aqueles que sabe que não tem como comprar na hora. Mais uma vez, experiência própria: quando tudo dá errado, olhar pra confirmação de um show do Cirque du Soleil ou uma festa de réveillon com a quantidade de dólares pagos.. ai, é de doer o coração. Mas isso fica a critério de cada um, e tenho certeza de que muitas pessoas acharão isso bobagem. Mas é o que eu faço, e o que eu recomendo de acordo com minhas próprias vivências.

5) Organização do conteúdo

Sugiro que você faça um arquivo no word, no celular ou no caderninho mesmo, com as anotações de lugares, de restaurantes que você quer ir, de gastos, fidelidade de cia áerea e tudo o mais que você for lembrando pra fazer antes e durante a viagem. Perto da data, transformo isso em um checklist pra não esquecer de nada (a gente tenta, pelo menos). Hoje em dia tem muitos aplicativos que te ajudam nisso: checklist de bagagem, mapas de cidades offline pra selecionar os locais de destaque etc. Use-os! O carpemundi tem uma lista bem bacana sobre isso.

6) Bagagem

Na semana da viagem (quase sempre na noite anterior), faço as malas e olho de novo minha lista de documentos e bagagem. Eu sempre sonho que esqueci o passaporte em casa, mas até hoje isso nunca aconteceu. Cheque como você vai fazer pra chegar até o aeroporto e como você fará pra chegar do aeroporto de destino até o hotel. Parece besteira, mas muita gente esquece desse detalhe. Eu lembro de uma vez comprar um GPS pra fazer o caminho da estação de trem até o hostel (na Alemanha) e o tal GPS me dizia que eu estava na Itália! Foi um momento tenso, que só se resolveu porque era dia, e porque quem tem boca vai a Roma (no caso era Frankfurt, mas funcionou ainda assim).

mexican party7) Curtir

De resto, aproveite! Alguma coisa vai dar errado, muitas vezes muitas coisas darão errado, mas o barato de aprender a viajar (e de aprender a viver também) é se adaptar, fazer o melhor que você pode com o que você tem. Afinal, a gente não passa meses planejando e pagando uma viagem pra deixar um detalhe estragar tudo, né? Não vale a pena. E pra quem não pulou o  Segundo, nem o terceiro parágrafo … sabe-se lá quando você vai ter dinheiro ou tempo pra viajar de novo?

Deixe uma resposta